World

Norte-americano garante top-10 em prova de ciclismo… a correr

Ponto prévio: não fosse o facto de esta prova ser amadora e Eamon Lucas teria sido automaticamente suspenso; já que nas corridas feitas pelas regras da UCI os ciclistas não podem cruzar a meta sem a sua bicicleta (todos nos lembramos da cena protagonizada por Chris Froome no Tour’2016; que apenas se manteve em prova pela ‘boa vontade’ dos comissários). Feito o ponto prévio, vamos à explicação…

Tudo aconteceu na última sexta-feira, na Gullegem Kermesse; uma prova amadora na qual o norte-americano da Shifting Gears-Geldhof Jielker se viu envolvido numa feia queda já no derradeiro quilómetro. A queda foi de tal forma brutal;que a sua bicicleta ficou inutilizável, obrigando o ciclista de 26 anos a demonstrar qualidades para o… atletismo. Assim; com uns 100 metros pela frente, não pensou duas vezes e decidiu arrancar num sprint vigoroso; pese embora as evidentes marcas que tinha no seu corpo. Correu, correu, correu e, já com um adversário ao longe, conseguiu cruzar a linha de meta no décimo posto, 

“Estava no chão, ainda a deslizar, e já a pensar para mim mesmo ‘não era bem aqui que queria estar…’. A seguir vejo os ciclistas que iam logo atrás a passarem-me antes de parar. Levantei-me e tentei voltar à bicicleta; porque sabia que tinha uns 30 segundos de avanço; mas mal me coloco em cima dela percebo que estava tudo destruíod. Como não tinha tempo para reparar aquilo; dei a bicicleta a um espectador e desatei a correr o mais rápido possível. Foram os 75, 100 metros mais longos da minha vida. As minhas pernas estavam a arder tanto, que mal cruzei a meta nem me consegui rir de toda a situação…”

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close