World

Federação apresentou candidatura do curling ao Desporto Escolar

O Agrupamento de Escolas A Lã e a Neve, na Covilhã; em parceria com a Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDIP); apresentou uma candidatura para já este ano letivo introduzir o curling no Desporto Escolar.

assim,Pedro Farromba, presidente da FDIP, com sede na Covilhã; diz que a intenção é fazer um projeto-piloto para divulgar a modalidade; testar a adesão dos alunos e incutir o gosto por esta disciplina nos mais novos; para no próximo ano alargar a experiência a outras escolas da região e, no futuro, ao resto do país.

“Queremos expandir o máximo possível a modalidade; apresentá-la a cada vez mais miúdos para; havendo vontade e gosto; que a modalidade possa ter uma aceitação cada vez maior em Portugal”, afirmou à agência Lusa Pedro Farromba.

no entanto,O presidente do Agrupamento de Escolas a Lã e a Neve, Ricardo Silva; ainda aguarda a resposta à candidatura feita ao Desporto Escolar; no âmbito do eixo ‘Territórios’, que permite às escolas promoverem atividades em parceria com associações e entidades locais.

“Nós já costumamos participar nas atividades da FDIP; por exemplo no Ski 4 All; onde os alunos experimentam o esqui e o snowboard. O curling não implica a deslocação e temos a sorte de ter professores com formação nos desportos de inverno”; explicou à agência Lusa Ricardo Silva.

por fim,Perante a inexistência de qualquer pista de gelo em Portugal; embora a FDIP tenha planos para construir uma; prevê-se que os treinos decorram nas cinco pistas portáteis doadas este ano pela Federação Mundial de Curling; ao abrigo do Development Assistance Programme; programa de desenvolvimento da modalidade em vários países que não têm condições naturais para a prática.

Via
Record
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close