World

Como Ricardo Santos voltou a n.º1 nacional

contudo,Em apenas três semanas; com um 2.º lugar na República Checa, seguido de uma vitória na Suíça no passado Domingo; Ricardo Santos recuperou o posto de n.º1 do golfe nacional, por ser o melhor português no ranking mundial. Aos 36 anos, tinha começado 2019 no 717.º posto. Esta segunda-feira ascendeu ao 293.º lugar! 

Desta feita Ricardo Santos não teve à sua espera no aeroporto dezenas de fãs e amigos a recebê-lo com gritos; e bandeiras de Portugal como quando conquistou o seu primeiro título no Challenge Tour, no Princess By Schüco, na Suécia; em 2011. 

assim,O seu segundo título na segunda divisão do golfe europeu – ou o terceiro se se considerar que o Madeira Islands Open BPI de 2012; do European Tour; a primeira divisão, é também do Challenge Tour – não mereceu desta vez honras de destaque da Presidência da República (PR). 

no entanto,Há exatamente um ano; no site oficial da PR podia ler-se: «O Presidente da República felicita os atletas Fernando Pimenta, Teresa Portela; Joana Vasconcelos e Pedro Figueiredo; que alcançaram relevantes feitos desportivos no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. (…) O golfista Pedro Figueiredo venceu o KPMG Open, prova do Challenge Tour que decorreu em Ways na Bélgica». 

por fim e, finalmente; o triunfo do passado Domingo no Swiss Challenge Presented by Swiss Golf ;valeu a Ricardo Santos uma única notícia em canal televisivo nacional de sinal aberto (RTP1);assim sendo, ao contrário de quando se tornou apenas no terceiro golfista português a arrebatar um título do European Tour; no tal Madeira Islands Open BPI de 2012.

 

 

Via
Record
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close