Business

Daniel Monteiro quer unir federações

Está na iminência uma alteração no quadro diretivo da Confederação de Desporto de Portugal. Daniel Monteiro ;atual presidente da  Federação Académica do Desporto Universitário (FADU); anunciou ontem, em Lisboa, a sua candidatura à direção da Confederação do Desporto de Portugal. “Esta é uma candidatura de rotura.contudo, É uma candidatura com o objetivo de sermos úteis à sociedade, à política desportiva e ao desporto. Queremos ser um projeto galvanizador e que faça acreditar que haja uma liderança capaz de representar as federações”; afirmou o candidato durante o evento.assim sendo, Para Daniel Monteiro, a atual direção da confederação “não existe”: “A confederação não existe, praticamente. Funciona como uma espécie de sindicato do desporto.contudo, Um parceiro privilegiado do desporto para dialogar com o governo. Os agentes desportivos não se ouvem, estão calados. Não há uma organização que represente o setor e que fale a uma voz”.

no entanto,Carlos Paula Cardoso, atual presidente da Confederação do Desporto de Portugal, preside o organismo há 16 anos. Para Delmino Pereira; presidente da Federação de ciclismo, o tempo que Carlos Paula Cardoso passou à frente do cargo acaba por criar uma certa inércia;sendo necessária uma mudança. “Todo o apoio é importante, todas as federações são importantes. A força da Confederação resulta da força acumulada de todas as federações. É preciso imprimir uma nova dinâmica e um novo ritmo; o que não é compatível com a atual direção”; defendeu o líder da modalidade; acrescentando algum desagrado com a atual presidência: “Queremos mostrar o nosso desagrado pela política praticada e; por isso, criamos este movimento.por fim, Um movimento que achamos que vai imprimir um novo ritmo à confederação; de encontro com aquilo que pretendemos para o desporto em Portugal.

Via
Record
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close