Motores

FIA confirma carros híbridos no Mundial de ralis a partir de 2022

A Federação Internacional do Automóvel (FIA) confirmou esta sexta-feira; que a partir de 2022 os carros do Mundial de ralis serão híbridos; após uma reunião do Conselho Mundial, que decorreu em Paris.

assim,O próximo ciclo de homologações dos veículos vai incluir motores elétricos comuns a todos; nos primeiros três de um ciclo de cinco anos. Para os últimos dois anos do ciclo será possível fazer um segundo nível de hibridização.

“O objetivo é permitir aos carros funcionarem apenas com energia elétrica nas cidades e permitir um aumento de potência com um motor elétrico nas especiais”; lê-se no comunicado emitido pela FIA.

no entanto,Também foi anunciado um fornecedor único de pneus entre 2021 e 2024, para evitar “a escalada dos custos de desenvolvimento”.

contudo,A partir de 2021, serão introduzidos no Mundial de ralicrosse carros completamente elétricos.

A FIA anunciou ainda a criação de um novo evento desportivo; ao jeito de Jogos Olímpicos do desporto automóvel, cuja primeira edição se realiza em Roma; de 31 de outubro a 03 de novembro deste ano.

O evento congrega diferentes disciplinas automóveis, nomeadamente GT, Carros de Turismo, Fórmula 4, Drifting, Karting e Jogos Digitais. 

por fim,Cada competição atribui medalhas de ouro, prata e bronze. Os pilotos competem em representação dos respetivos países.

embora,Já no Mundial de Resistência (WEC) foi criada uma nova classe de carros; os ‘hypercars’, que se juntam aos ‘supercars’ ou protótipos, competindo na mesma classe.

Para já, nenhuma marca foi anunciada nesta nova categoria; que será implementada a partir de 2020 e que pretende juntar “veículos derivados dos carros de estrada vendidos pelos construtores”; com pelo menos 20 unidades produzidas durante dois anos.

Via
Record

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

Se clicar em ‘Consinto’ está a confirmar que leu a política de privacidade e que concorda que a MagnetikAlchemy trate os seus dados para:

ConsintoNão Consinto

ConsintoNão Consinto



Não se preocupe, se mudar de ideias, poderá retirar o seu consentimento a qualquer momento exercendo os direitos referidos na política de privacidade.