Futsal

Joel Rocha: «Que nada nem ninguém se deixe condicionar…»

Desapontado pela derrota que obriga o seu Benfica a disputar um quinto jogo para definir o campeão nacional diante do Sporting, Joel Rocha deixou críticas indiretas à equipa de arbitragem, por considerar que esta se deixou “condicionar”. Ainda assim, o técnico encarnado deixa claro que na ‘negra’ a sua equipa partirá com o propósito de alcançar a reconquista.

“Para o futsal em Portugal é muito bom haver quinto jogo, mas para o futsal ainda é muito melhor que quem toma decisões não se deixe condicionar pelo que é dito a quente depois dos jogos. Porque, como é hábito recorrente, aconteceu e, mais uma vez, consegue-se tirar dividendos.

Hoje fomos muito limitados na organização defensiva, estivemos mais tempo a defender do que com bola. Além das dificuldades que o Sporting foi criando, fomos sendo empurrados para perto da nossa baliza. Isso foi-nos dificultando, mas nunca nos venceu. Tenham coragem de escrever aquilo que viram. O futsal português merece mais e melhor. Que nada nem ninguém se deixe condicionar pelo que quer que seja. 

Em relação ao jogo, começámos a perder, começámos a ser empurrados para trás. No intervalo, estávamos com o equilíbrio emocional no ponto certo para ir à procura do resultado e vencer. Na segunda parte, fizemos um bom jogo do ponto de vista da organização e da objetividade. Empatámos, fazemos o 3-2 a minuto e meio do fim. Depois, no ‘5 para 4’, numa ação em que o Rocha é muito forte, o Sporting faz o empate.

Não falta nada, o Benfica está a competir perante um grande adversário, muito bem trabalhado. Nós respeitamos imenso o adversário, não sei se é assim. Nem Benfica, nem Sporting vão conseguir estar por cima os 40 minutos, é a realidade. São duas grandes equipas que têm os seus momentos.


Via
Record
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close