FutebolSporting

“Varandas tem sido um desastre. O Sporting parece uma equipa de bairro”

Abílio Fernandes, antigo vice-presidente do Sporting, deixou muitas críticas à gestão de Frederico Varandas.

Abílio Fernandes, antigo vice-presidente do Sporting, concedeu pois na terça-feira uma entrevista à Rádio Renascença onde se mostrou muito crítico do trabalho da direção liderada por Frederico Varandas, pedindo mesmo a demissão imediata dos órgãos sociais do clube.

“Na parte de concretização, o Sporting é uma desgraça, parece uma equipa de bairro. Acho que isto se deve à falta de capacidade e de conhecimento desta direção, mais concretamente do seu presidente, que só tem feito asneiras. O comportamento que ele tem tido é uma desilusão para todos os sportinguistas. Um desastre autêntico”, disse assim o antigo vice-presidente de Sousa Cintra.

“Se o Sporting ficar no quarto lugar no campeonato já será um milagre”, atirou no entanto Abílio Fernandes.

O ex-dirigente leonino aponta como entretanto única solução possível a demissão imediata dos órgãos sociais do clube e a criação de “uma comissão administrativa de várias facções, porque o Sporting, infelizmente, está dividido”.

“Eu acho que o Sporting com esta direção não vai a lado nenhum. Se a Assembleia-Geral se vier a realizar e os órgãos sociais forem destituídos; esta era a altura para se criar uma comissão administrativa de várias facções, porque o Sporting, infelizmente, está dividido.

Recentemente, fui ver um jogo de futsal e vi uns indivíduos de um lado que eram da facção de apoio ao Bruno de Carvalho; e outros indivíduos do outro lado que eram da facção de apoio ao Frederico Varandas. 

Sportinguistas havia meia dúzia deles, incluindo eu, que estava lá num cantinho a ver. É preciso reunir toda a gente a ver se se reergue o clube, porque o Sporting está numa situação caótica”, concluiu.

Via
Noticias ao Minuto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close