FutsalSporting

Diretor do futsal do Sporting acusa José Maria Ricciardi de mentir

I Liga

Candidato da lista B às eleições do Sporting acusou o diretor do futsal leonino de se colocar ao lado de Frederico Varandas enquanto funcionário do clube.

Miguel Albuquerque, diretor do futsal do Sporting, emitiu este domingo um comunicado em que nega as acusações feitas por José Maria Ricciardi no debate com Frederico Varandas, garantindo não ter desobedecido às indicações dadas pela Comissão de Gestão do clube de Alvalade.

Ricciardi acusou o dirigente leonino de se colocar ao lado de Frederico Varandas enquanto funcionário do clube, algo que Albuquerque desmentiu.

“Assumi uma posição pública relativamente ao meu posicionamento para o ato eleitoral do próximo dia 8 de setembro, tendo marcado presença num jantar de campanha da Lista D, no passado dia 20 de Julho, durante o gozo das minhas férias; A Comissão de Gestão do Sporting emitiu uma circular interna, posteriormente, no dia 1 de agosto, na qual aconselhou os funcionários a terem uma posição equidistante do processo eleitoral. Desde esse momento, não participei em qualquer ação de campanha nem proferi qualquer declaração pública relacionada com o ato eleitoral em questão”, assinalou Miguel Albuquerque, acrescentando que não permitirá que o seu nome seja utilizado “de forma caluniosa”:

“É, portanto, falso que esteja a desobedecer a qualquer indicação da minha entidade patronal, tal como é mentira que alguém da Lista D esteja a infringir ou a desrespeitar qualquer indicação do Sporting Clube de Portugal, como José Maria Ricciardi tentou fazer crer hoje [domingo]! Não permito, nem nunca permitirei, que José Maria Ricciardi, ou outra pessoa qualquer, utilize o meu nome de forma caluniosa, muito menos para enganar os sócios do Sporting”, rematou o diretor do futsal verde e branco.

Leia o comunicado de Miguel Albuquerque na íntegra:

“Face às graves declarações do candidato à Presidência do Conselho Directivo do Sporting Clube de Portugal, José Maria Ricciardi, no debate de hoje na Sporting TV, venho esclarecer o seguinte:

1. Assumi uma posição pública relativamente ao meu posicionamento para o acto eleitoral do próximo dia 8 de Setembro, tendo marcado presença num jantar de campanha da Lista D, no passado dia 20 de Julho, durante o gozo das minhas férias;

2. A Comissão de Gestão do Sporting Clube de Portugal emitiu uma circular interna, posteriormente, no dia 1 de Agosto, na qual ACONSELHOU os funcionários a terem uma posição equidistante do processo eleitoral;

3. Desde esse momento, não participei em qualquer acção de campanha nem proferi qualquer declaração pública relacionada com o acto eleitoral em questão;

4. É, portanto, falso que esteja a desobedecer a qualquer indicação da minha entidade patronal, tal como é mentira que alguém da Lista D esteja a infringir ou a desrespeitar qualquer indicação do Sporting Clube de Portugal, como José Maria Ricciardi tentou fazer crer hoje!

5. Não permito, nem nunca permitirei, que José Maria Ricciardi, ou outra pessoa qualquer, utilize o meu nome de forma caluniosa, muito menos para enganar os Sócios do Sporting Clube de Portugal;

6. Lamento ter de fazer um post destes depois de termos vencido brilhantemente a Masters Cup em futsal, que se disputou em Portimão, mas se há coisa que nunca deixarei passar em claro é a mentira!”

Fonte: O Jogo.

Origem
O Jogo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close