FutebolSporting

Sporting: Juristas juntam-se à MAG para “devolver o poder aos sócios”

Sporting

Miguel Poiares Maduro explicou, ao Desporto ao Minuto, que o apoio jurídico prestado será feito “pro bono” por “sócios do Sporting.

Sporting: Juristas juntam-se à MAG para "devolver o poder aos sócios"

Miguel Poiares Maduro, ex-Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional do Governo de Pedro Passos Coelho, anunciou, nas redes sociais, que irá “colaborar, em conjunto com outros juristas, com a Mesa da Assembleia Geral nas ações necessárias a repor a legalidade no clube e devolver o poder aos sócios” do Sporting.

Num extenso comunicado, o professor universitário alerta que “o que está em causa na crise do Sporting é muito mais do que o sucesso desportivo”, uma vez que “o Conselho Diretivo impediu aos outros órgãos sociais, responsáveis por assegurar a participação dos sócios e a fiscalização da atividade do CD, de funcionar”.

O apoio jurídico, escreve, será “feito recorrendo a todos os instrumentos jurídicos disponíveis e só a esses”, e terá como objetivo “garantir a reposição da legalidade e que os sócios retomem o seu poder sobre o clube”.

“É verdade que esta instabilidade é profundamente danosa para o clube e gera profunda preocupação nos sócios. Há também receios fundados que a gravidade dos comportamentos ilegais adotados possa ter consequências profundas e, nalguns casos, irremediáveis para o clube. Mas é através da lei, e adotando todas as iniciativas judiciais e legais urgentes disponíveis, que devemos repor a democracia e legalidade no clube”, defendeu.

“É verdade que, estando as condições de justa causa invocadas pelos jogadores associadas ao comportamento do Presidente (como este já reconheceu), a retirada deste retiraria também força a essa justa causa (em particular porque a lei exige que seja praticamente impossível a manutenção do vinculo laboral, o que deixaria de ser o caso). Não devemos, no entanto, decidir sobre o Conselho Direcivo ou o presidente com base em considerações deste tipo. Nisso, ele tem razão. O que está em causa, neste momento, e infelizmente, é muito mais importante”, termina.

Contactado pelo Desporto ao Minuto, Miguel Poiares Maduro recusou tecer mais comentários, a não ser que todos os envolvidos nesta ação são “sócios do Sporting” e que irão apoiar a Mesa da Assembleia Geral “pro bono”.

Fonte:

Origem
Notícias ao Minuto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close