FutebolSporting

“Se eu mandasse, renovava com Rúben Amorim por 10 anos”

A direção do Sporting está empenhada em reforçar a aposta em Rúben Amorim com a prolongação do contrato do jovem técnico por mais um ano, ou seja, até junho de 2024.

Uma informação confirmada pelo Desporto ao Minuto, que sabe já foi dado o ‘pontapé de saída’ nas negociações, onde será, está, também, a ser discutido o aumento da atual cláusula de rescisão, que se encontra fixada nos 20 milhões de euros.

Para já, existe a intenção de prolongar esta ligação, mas ainda não há conclusão à vista. Nesse sentido, o Desporto ao Minuto consultou a opinião de uma emblemática figura do universo leonino: Dias Ferreira.

Estava a ouvir as notícias e até pensei: ‘elahhh…’O antigo dirigente dos leões, sem qualquer rodeio, afirmou que este é o passo certo a tomar, e até deixou um conselho.

“Se eu mandasse, renovava com o Rúben Amorim por 10 anos. Portanto, uma renovação por um ano só peca por defeito. Se a direção está a pensar renovar, acho que faz muito bem. Por quantos mais anos for a renovação, melhor. Eu estava a ouvir as notícias e até pensei: ‘elahhh… ainda bem que estão a pensar nisso’”, começou por dizer o ex-dirigente.

E se os resultados começarem a não ser tão positivos, será que existe risco perante esta aposta da direção do Sporting? No entender do antigo ‘vice’ do clube verde e branco, “o mal é mudar-se de treinador como mudamos de camisa”.

“Neste caso, o futebol nacional encontrou pela primeira vez um treinador que fala num projeto e que está a construir um projeto. Há muita gente que fala em projetos, mas depois de se começar a espremer aquilo, não há projeto nenhum, muito menos com treinadores. O Rúben Amorim já provou que está realmente num projeto. Aceitou o clube e está a apostar numa formação e em experiência, simultaneamente. É também uma pessoa que comunica como ninguém”, realçou o advogado.

Os 10 milhões investidos é como se estivessem já pagosContudo, uma coisa é certa. O imediato sucesso desportivo do Sporting, com Rúben Amorim à frente do plantel, acabou por surpreender, e Dias Ferreira não escondeu a desconfiança inicial.

“Quando pagaram 10 milhões de euros, fiquei um bocado retraído, mas havia alguma coisa… Esperei pelos resultados. Para mim, os 10 milhões, apesar de não estarem pagos ao Sporting de Braga, estão pagos. O que ele fez é impensável, ninguém esperava”, frisou.

“Não sei se vamos ganhar o título ou não, mas o Rúben Amorim encurtou o fosso que eu sempre falei. Agora, é trabalhar no projeto financeiro para sustentar isto tudo. A dificuldade de um projeto financeiro é também não existir um projeto desportivo ganhador. Agora, é não o deixar escapar e a aposta é mais cimentada, por isso é que digo que apostar no Rúben Amorim mais um ano é bom”, finalizou Dias Ferreira.

Notícias ao Minuto© Global Imagens

Via
Noticias ao Minuto

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo