FutebolSporting

Rúben Amorim atento à afirmação de Bruno Paz no Sporting B

O Sporting B regressou, este fim de semana, aos relvados após uma paragem competitiva de quase um mês, provocada pelo consecutivo adiamento de jogos devido a surtos de Covid-19 junto das equipas adversárias, e derrotou o Fontinhas, nos Açores, por 3-0, para permanecer na perseguição ao Estrela, líder da Série G do Campeonato de Portugal.

Nuno Moreira fez o gosto ao pé por duas vezes, aos 3 e 26 minutos, mas o melhor momento da tarde teve a assinatura de Bruno Paz, que, com um grande remate à entrada da grande área, selou o resultado final no Campo Municipal Dr. Durval Monteiro.

O internacional sub-20 português voltou a demonstrar que já deixou para trás a grave lesão que o manteve afastado dos relvados entre abril de 2019 e janeiro de 2020, e tem vindo a afirmar-se como uma peça fundamental sob as ordens de Filipe Çelikkaya no escalão secundário do conjunto verde e branco.

Afirmação essa que, segundo foi possível ao Desporto ao Minuto apurar, tem vindo a ser atentamente acompanhada por Rúben Amorim, que tem feito questão de chamar o médio de 22 anos de forma recorrente aos trabalhos da equipa principal no decorrer das últimas semanas.

Bruno Paz, recorde-se, já foi convocado pelo técnico dos ‘graúdos’ por duas vezes na presente temporada (sentou-se no banco nas receções a Paços de Ferreira, da segunda jornada da I Liga, e a Marítimo, da 17.ª jornada). É verdade que este ainda não o lançou em campo, mas já deixou claro que aprecia as suas qualidades.

Futuro decide-se até final da temporada

Será, de resto, precisamente este passar das intenções aos atos que definirá o futuro próximo de Bruno Paz. Significa isto que, apesar de o jogador estar satisfeito em Alvalade, a continuidade de leão ao peito dependerá de um eventual ‘salto’ para a equipa principal até ao final da presente temporada.

Tal como adiantou, Bruno Paz chegou a ser negociado com o Nottingham Forest no passado mercado de transferências de verão, mas o voto de confiança dado pelo treinador acabou por fazer com que este se mantivesse no atual clube, na esperança de singrar ao mais alto nível.

O jovem médio tem mercado em Portugal (e não só), pelo que, caso a tão aguardada oportunidade não surja nos próximos meses, a saída do jogador, que tem contrato válido até junho de 2023 com uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros, poderá tornar-se numa realidade.

Via
Noticias ao Minuto

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo