Futebol

Rogério Alves: «Ausência de Bruno de Carvalho não é um alívio»

Rogério Alves esteve esta quarta-feira à noite na ‘SIC Notícias’ a esclarecer os sócios leoninos sobre a assembleia geral (AG) do próximo sábado; no qual estará em votação a expulsão do antigo presidente de Sporting, Bruno de Carvalho, e Alexandre Godinho; ex-vogal do clube de Alvalade.

“Vamos esclarecer uma coisa, a decisão de expulsão já foi tomada pelo Conselho Fiscal e Disciplinar. Os estatutos do Sporting preveem que um sócio sancionado por um processo movido pelo Conselho Fiscal e Disciplinar possa manter ou revogar a sanção aplicada na assembleia geral. É para isso que a AG tem competência, as pessoas; os sócios deslocar-se-ão no sábado ao Pavilhão João Rocha para delibarem sobre esta questão específica e única relativamente a duas pessoas”; lembrou o presidente da Mesa da AG.

por fim,O processo de expulsão de Bruno de Carvalho promete não ser pacífico. “Não é um sócio qualquer, para efeitos da sua notoriedade pública, pelo passado e funções no clube. Mas, para efeitos de tratamento numa AG; tem os mesmos direitos e prerrogativas de qualquer outro sócio que tivesse sido sancionado. Aliás; arrisco dizer que esta será a segunda vez que a AG se vai debruçar sobre sanções disciplinares aplicadas pelo CFD. Poderá ter existido noutra altura, não tenho conhecimento. Mas tivemos em dezembro uma primeira AG com essas características; em que também foram apreciados recursos de sócios que foram expulsos e de outros que foram suspensos. Agora teremos apenas de dois sócios que foram expulsos. Esta será, pois, uma AG sui generis, para a qual é preciso ter um formato que a Mesa da AG cria em função do seu objetivo específico; que é o de apreciar estes recursos.”

Quanto à condição de sócio de BdC, Rogério Alves esclareceu que “o recurso de expulsão suspende a expulsão”.

Via
Record
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close