FC PortoFutebol

“Marega é filme em repetição que já nem vale a pena comentar”

Carlos Pereira, presidente do Marítimo, primeiro clube de Marega em Portugal, referiu-se ao caso que o maliano vai protagonizando por estes dias

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, afirmou esta segunda-feira que a situação que o FC Porto atravessa com o avançado Marega é um “filme em repetição que já nem vale a pena comentar”. Recorde-se que o maliano está afastado dos treinos da equipa azul e branca desde sexta-feira, altura em que não participou na derradeira sessão de trabalho antes da Supertaça, troféu que o FC Porto conquistaria no dia seguinte.

Há, efetivamente, um problema disciplinar que separa as partes neste momento. O atacante insistiu na vontade de sair depois de o West Ham ter estado no Porto na semana passada. “Marega não faz batota. É normal que esteja chateado, porque lhe foram prometidas coisas que não estão a ser cumpridas”, contou Aziz Ben Aissa, empresário do jogador, a O JOGO, na sexta-feira. Com efeito, Marega disse a Conceição que o FC Porto prometera deixá-lo sair se a equipa fosse campeã e usou esse argumento para que o técnico abrisse mão dele. Sérgio não gostou desta posição de força, porque o jogador estava a treinar com normalidade e a ocupar um lugar entre os prováveis titulares na Supertaça. Além disso, não há conhecimento de qualquer promessa do género. A marcha-atrás não agradou nada ao treinador, mesmo que este, a brincar, tenha dito que “braço de ferro só com a Cristina Ferreira”.

Na edição desta segunda-feira, a O JOGO, PInto da Costa é igualmente claro. “O FC Porto não cede a pressões” e “ninguém lhe prometeu a saída”, são frases fortes de uma entrevista que pode encontrar em exclusivo na edição e-paper

Fonte: O Jogo.

Origem
O Jogo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close