FutebolSporting

Juventude Leonina deixou recado em Alvalade: “É isto que querem?”

Direção do clube de Alvalade e grupos de apoio estão pois de costas voltadas há vários meses.

Sporting inaugurou ontem, domingo, em Alvalade, o ano de 2020, perdendo então na receção ao FC Porto, numa partida que ficou decidida por 2-1. 

Porém, no final do encontro, à margem do resultado, os grupos organizados de adeptos deixaram no entanto uma mensagem.

Lembrando que estiveram entretanto 45 minutos em silêncio, fruto de vários episódios de guerra com a direção de Frederico Varandas, os membros da claque deixaram no ar uma questão: “é isto que querem?”.

“Primeiro jogo do ano em Alvalade, mas em campo, apesar da atitude demonstrada da equipa em querer vencer o jogo; o resultado foi mais uma derrota. Mas não é do jogo que queremos falar. Hoje na bancada quisemos todos juntos demonstrar; o que é um estádio sem apoio das claques, nos primeiros 45 minutos”, escreveu nas redes sociais a Juve Leo.

“Puderam assistir a um estádio sem qualquer ambiente, um estádio amorfo, sem paixão, sem amor… É isto que querem? Ao contrário, vimos as claques adversárias a entrarem com todo o material de apoio e a fazerem-se ouvir. Voltamos a perguntar: é isto que querem?”, sentencia-se assim numa publicação no Instagram.

Ver esta publicação no Instagram

Primeiro jogo do ano em Alvalade, mas em campo, apesar da atitude demonstrada da equipa em querer vencer o jogo, o resultado foi mais uma derrota. Mas não é do jogo que queremos falar, hoje na bancada, quisemos todos juntos demonstrar o que é um estádio sem apoio das claques, nos primeiros 45m, puderam assistir a um estádio sem qualquer ambiente, um estádio amorfo, sem paixão, sem amor…É ISTO QUE QUEREM? Ao contrário, vimos as claques adversárias a entrarem com todo o material de apoio e a fazerem-se ouvir…voltamos a perguntar…É ISTO QUE QUEREM? Na segunda parte, especialmente nos primeiros minutos, puderam ver a diferença de ambiente no estádio, com as claques a entoarem os seus cânticos, demonstrando para quem quiser ver, que um estádio sem claques, sem festa, é um estádio vazio de alma, sem coração. Mais uma vez dizemos, não nos interessam protocolos, desde 1976 que apoiamos as nossas equipas e nessa altura não havia protocolos…só exigimos respeito e que nos dêem as condições para apoiarmos o clube do nosso coração…SPORTING CLUBE DE PORTUGAL! UM DIA JUVE LEO…JUVE LEO ATÉ MORRER! SPORTING SEMPRE!

Uma publicação partilhada por JUVENTUDE LEONINA 1976 (@juventudeleonina1976) a


Via
Noticias ao Minuto

Artigos relacionados

Back to top button
Close
Close