Futebol

FIFA vai gerir a CAF a partir de agosto para assegurar transparência

A FIFA vai assumir temporariamente a gestão da Confederação Africana de Futebol (CAF) a partir de agosto e durante seis meses; com o objetivo de assegurar a transparência da entidade que regula o futebol africano.

“Chamei a FIFA para me ajudar a clarificar toda esta situação”; começou por dizer à agência EFE o presidente da CAF; Ahmad Ahmad, que há duas semanas foi ouvido no âmbito de uma investigação judicial a crimes de associação criminosa; corrupção, abuso de confiança e falsos testemunhos.

Ahmad Ahmad ressalvou que a FIFA “não vai assumir o controlo da CAF” e que esta decisão tem como objetivo comprovar a inexistência de corrupção na organização africana: “Não existe corrupção na CAF; só que a imprensa continua a afirmar o contrário.”

O acordo entre as duas entidades foi anunciado hoje; véspera do arranque da Taça das Nações Africanas (CAN); após ter sido aprovado por unanimidade durante uma reunião do Comité Executivo da CAF; que teve lugar no Cairo, no Egito, país que vai acolher a prova.

A secretária-geral da FIFA, a senegalesa Fatma Samoura; vai liderar a CAF em representação do organismo máximo do futebol mundial; a partir de 1 de agosto e durante seis meses, sendo que este acordo será renovável; caso a FIFA e a CAF assim o entendam.

assim,Fatma Samoura trabalhará juntamente com o presidente da CAF e restante equipa diretiva, tendo, entre outras funções; a gestão do organismo, incluindo o controlo interno e administrativo do mesmo.

no entanto,O presidente da CAF, Ahmad Ahmad; foi libertado há duas semanas sem acusação formalizada ou pedido de caução, depois de ter sido interrogado pelas autoridades francesas.

por fim,Segundo a revista Jeune Afrique; Ahmad foi interrogado sobre “a quebra unilateral por parte da CAF do contrato com o fabricante alemão de equipamentos Puma”.

Via
Record

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo