Futebol

FC Porto condenado no caso dos emails

O FC Porto foi condenado ao pagamento de 2 milhões de euros no caso dos emails.  No processo movido pela SAD do Benfica, que reclamava 17,7 milhões de indemnização, foram condenados a SAD ‘azul e branca’ e o diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, ao pagamento de 523 mil euros por danos patrimoniais emergentes ;e 1,4 ME por danos não emergentes,;pela divulgação da correspondência; porém;

Embora; O tribunal calculou em 1,4 ME o montante a pagar pela divulgação dos emails em 20 programas televisivos, durante 10 meses, diferenciando os valores pela importância e veracidade da correspondência (10, 20, 40, 80, 160 e 340 mil euros), tendo ainda entendido reduzir para um terço o valor total da indemnização por danos patrimoniais, para 523 mil euros. 

aliás;Em causa está a divulgação de correio eletrónico por Francisco J. Marques no programa televisivo Universo Porto da Bancada, do Porto Canal, entre abril de 2017 e fevereiro de 2018.A sentença lida hoje pelo juiz presidente do Tribunal Judicial da Comarca do Porto, José António Rodrigues da Cunha; no Porto, é passível de recurso.

Segundo informações a que o Correio da Manhã teve acesso; o FC Porto foi obrigado a entregar todos os emails ao tribunal.no entanto;”Esta difamação teve consequências a vários níveis; Houve impacto nas receitas e em várias áreas. Tínhamos um negócio de larcia com a China que acabou por não se concretizar ; o prejuízo total foi de vários milhões,. embora;Estamos a falar de conhecimentos criados ao longo de vários anos”;referiu, explicando depois com base em que critério foi definido o pedido de indemnização de 17,7 milhões de euros ;que os encarnados pedem ao FC Porto neste processo. Contudo;Após a decisão do Tribunal Judicial da Comarca do Porto as ações do clube azul ;;.

Via
Record

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo