FutebolInternacional

Chiellini enche Mourinho de elogios, mas admite: “Odiei-o”

O jornal italiano Corriere dello Sport publica, esta sexta-feira, um novo trecho da polémica autobiografia de Giorgio Chiellini, intitulada “Io, Giorgio”, na qual o capitão da Juventus não poupa nos elogios a José Mourinho, de quem foi rival aquando da passagem do Special One pelo Inter de Milão.

O internacional italiano refere-se ao agora treinador do Tottenham como um “monstro sagrado dos bancos”, e, embora reconheça que nunca tenham trocado uma palavra, com exceção a “algumas saudações esporádicas”, entende que “o seu carisma” mudou o mundo do futebol.

“Ele procura sempre a guerra com alguém ou alguma coisa, atuando como um para-raios. É um pouco como Conte: dois caráteres fortes, que não mandam ninguém dizer. Por vezes, fazem-no por estratégia, noutras, por natureza. Mas têm sempre de lutar”, escreveu o defesa-central.

“Penso que Mourinho, para o bem e para o mal, trouxe emoções, uma lufada de ar fresco. E eu gosto de quem transmite emoções, mesmo que, enquanto adversário, o tenha odiado, falando do ponto de vista desportivo, claro, porque, terminada uma batalha, só sobra o respeito. Não guardo rancor, e Mourinho tem um grande caráter”, conclui.

Via
Noticias ao Minuto

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo