FutebolSporting

Bruno de Carvalho diz que paga AG de 23 junho, deixa um aviso e uma condição

Bruno de Carvalho insiste que não reconhece Jaime Marta Soares como presidente da Mesa da Assembleia Geral e coloca duas condições para reconhecer a AG do dia 23

“A decisão que nós tomámos foi: não reconhecemos Jaime Marta Soares como presidente da MAG nem a Comissão de Fiscalização. Saibam os sportinguistas que fomos expulsos de sócios e que não podemos participar na AG de dia 23, mas vamos disponibilizar aos associados os serviços para conferir todas as formalidades, vamos permitir que Jaime Marta Soares venha amanhã aos serviços conferir todas as formalidades. E vamos dar ordem para a Assembleia Geral que seja paga. Mas que fique claro: fazemos isto em nome do Sporting e não dos interesses superiores do Sporting, porque os superiores interesses do Sporting é que tudo isto fosse impugnado”, disse Bruno de Carvalho, apelando à participação massiva dos sócios.

O presidente leonino deixou, todavia, um aviso e uma condição para a AG de 23 de junho: “Se a destituição não for declarada vamos cobrar o que for gasto, até ao último cêntimo, a Jaime Marta Soares. Se não for acaso não houver destituição tudo será cobrado a Jaime Marta Soares. E queremos que em cada urna esteja um elemento indicado por nós para também termos a certeza de que os resultados sejam fidedigno”

Fonte: O Jogo.

Origem
O Jogo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close