Futebol

Bruno de Carvalho diz que não vai à AG de sábado do Sporting por discordar dos procedimentos

O ex-presidente do Sporting Bruno de Carvalho anunciou que vai estar ausente da Assembleia Geral do Sporting; no sábado, na qual vai ser votada a sua expulsão de sócio. Bruno de Carvalho, assim como o seu antigo vice-presidente Alexandre Godinho, não vão falar na AG; por considerarem que os procedimentos a adoptar na reunião magna “ferem, mais uma vez; os Estatutos, os Regulamentos e a Lei, contrariando completamente todas as regras basilares de um estado livre; democrático e de direito”.

no entanto,Na segunda-feira, a Mesa da Assembleia Geral informou que Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho teriam 15 minutos para apresentar a sua defesa; mas que as urnas de voto serão abertas logo no início da AG. “Perante o conteúdo do comunicado de ontem [sábado] da MAG, onde informam que abrirão as urnas para votação no momento da abertura efectiva da AG, contrariando o nosso pedido expresso, os Estatutos, os Regulamentos e a Lei, não temos outra alternativa que não a já expressada por nós na carta de 12 de março [enviada à MAG], onde fomos peremptórios a comunicar que se tal sucedesse, não iríamos estar presentes na AG”, lê-se.

Para Bruno de Carvalho, “a decisão da MAG viola claramente um direito consagrado na Constituição Portuguesa; que é o direito de defesa antes da deliberação”. 

Depois de, já esta terça-feira; Bruno de Carvalho ter emitido um comunicado no qual dizia que a sua suspensão de sócio havia terminado em junho; o ex-presidente do Sporting voltou a pronunciar-se, desta feita sobre a Assembleia Geral do próximo sábado

por fim,Bruno de Carvalho terminou o documento com um apelo aos sportinguistas.

Via
Record
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close