FutebolInternacionalMundial 2018

Brasil em festa após eliminação da Alemanha do Mundial

Foi uma reação espontânea mas generalizada à humilhação sofrida pela seleção brasileira em 2014

A eliminação precoce da poderosa seleção da Alemanha do Mundial de futebol da Rússia foi comemorada esta quarta-feira com muita festa no Brasil. Por todo o imenso território brasileiro, de pequenas cidades a gigantescas metrópoles, brasileiros fizeram barulho, muito barulho, depois de a Coreia do Sul, quem diria, fazer 2 a 0 e mandar a Alemanha, campeã mundial em 2014 no Brasil e uma das grandes favoritas ao título na Rússia, para casa. Foi uma reação espontânea mas generalizada à humilhação sofrida pela seleção brasileira em 2014, quando, jogando em casa, foi goleada pela Alemanha por 7 a 1 e ficou fora do mundial. Apesar de quase toda a gente no dia a dia tentar ser politicamente correto e garantir que esse desaire já fazia parte do passado, que não guardava qualquer ressentimento, a realidade mostrou hoje ser bem diferente. Pessoas que assistiam à partida Alemanha-Coreia do Sul pela televisão nas suas residências, em bares e restaurantes e até no trabalho, pois muitas empresas criaram espaços próprios para os funcionários assistirem aos principais jogos do mundial da Rússia, vibraram muito com o primeiro golo dos coreanos e, no segundo, foram literalmente à loucura. Apinhados em redor de onde houvesse uma televisão transmitindo a partida, como se fosse um jogo da própria seleção, brasileiros tocaram as suas cornetas e apitos, agitaram bandeiras e pularam, literalmente, extravasando um grito de vingança guardado durante quatro anos. Quem estava nas ruas e ouvia apenas parte dos jogos pelo som das televisões que saía das casas ou dos rádios dos carros que passavam, participou igualmente da festa. Transeuntes cumprimentavam desconhecidos com quem cruzavam na rua e festejavam com eles, enquanto os motoristas de carros, motas, autocarros e tudo o mais que tem buzina as faziam soar estridentemente. A festa continuou por bastante tempo, e não foi esmorecida nem pela preocupação em relação à própria seleção brasileira, que também esta quarta-feira tem o seu Dia D, defendendo a continuação no mundial da Rússia enfrentando a Sérvia. Várias pessoas chegaram mesmo a comentar com o CM, que andou pelas ruas de São Paulo, que independentemente de o Brasil conseguir ou não passar para a próxima fase, o dia já era de festa, pois a algoz Alemanha já estava fora.

Fonte: Cm jornal.

Origem
Cm Jornal

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close