Futebol

Benfica nega acusações de Miguel Albuquerque: «São graves e não podem ficar impunes»

 Benfica emitiu esta noite um comunicado em que nega as acusações de Miguel Albuquerque;diretor das modalidades do Sporting; que denunciou uma tentativa de agressão aos jogadores leoninos de futsal; em Alvalade, por parte de adeptos alegadamente afetos ao Benfica, depois do dérbi que teve lugar na Luz.

aliáa,Os encarnados garantem que as “acusações são extremamente graves e não podem ficar impunes; até porque poderão incendiar o clima para o jogo 4 da final do Campeonato de futsal”.

contudo,”O Sport Lisboa e Benfica lamenta as acusações feitas esta noite pelo diretor-geral das modalidades do Sporting Clube de Portugal; Miguel Albuquerque; relativamente a alegadas tentativas de agressão de adeptos do Clube a jogadores do Sporting.

assim,O Sport Lisboa e Benfica foi informado pela Polícia de Segurança Pública; de que esta desconhece qualquer ocorrência no perímetro do Pavilhão João Rocha; entre adeptos do SL Benfica e atletas do Sporting. Estas acusações são extremamente graves e não podem ficar impunes; até porque poderão incendiar o clima para o jogo 4 da final do Campeonato de futsal;ao contrário daquilo que se deseja para a modalidade.

no entanto,Miguel Albuquerque escreve que; “o que se tem vindo a passar desde esse primeiro jogo ultrapassa qualquer limite que julgamos ser aceitável”. Ora; o que não é aceitável é a pressão; – a época anterior foi apenas um exemplo disso – ;exercida quando o Sporting Clube de Portugal sente que pode estar comprometida uma determinada conquista desportiva;neste caso o Campeonato Nacional de futsal.


O Sport Lisboa e Benfica espera que todas as entidades envolvidas não se deixem condicionar; e apela a que sejam reunidas todas as condições para que o próximo dérbi seja bem disputado como foram os anteriores

Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close