BenficaFutebol

Benfica evita derrota nos descontos mas entrega liderança ao FC Porto

Benfica entra em campo frente ao Moreirense já depois de saber o resultado do confronto com o FC Porto e precisa de vencer para continuar no primeiro lugar.

O Benfica empatou, esta segunda-feira, em casa diante do Moreirense (1-1) e perdeu a liderança da tabela classificativa para o rival FC Porto que nesta tarde/noite tinha vencido na deslocação ao terreno do Santa Clara.

Em jogo da 23.ª jornada do campeonato nacional, Fábio Abreu abriu o marcador aos 67 minutos, antes de Pizzi evitar a derrota com um golo nos descontos do segundo tempo.

Resumo do jogo:

O Benfica entrou mais personalizado e à procura de rapidamente chegar à vantagem, mas o Moreirense aprensentou-se na Luz desinibido e com uma coesão defensiva quase impressionante.

Os encarnados estiveram por cima na etapa inicial, mas as duas equipas tiveram oportunidades para chegar ao golo, com o Moreirense a tentar surpreender a equipa da casa.

As águias até foram as primeiras a criar perigo junto da baliza de Pasinato e logo aos seis minutos. Grimaldo bate livre lateral perigoso e Iago Santos quase colocou a bola na própria baliza na tentativa de cortar.

Os cónegos reagiram logo de seguida por Fábio Abreu, que tem sido uma unidade que se tem destacado nos últimos jogos do Moreirense. Filipe Soares tirou um cruzamento, a bola bateu em Tomás Tavares e na pequena área, Fábio Abreu, sem oposição, atirou para fora. Os minhotos ficaram a pedir grande penalidade na sequência do lance, mas o árbitro Fábio Veríssimo mandou seguir.

O Benfica continuava a pressionar na frente e Carlos Vinícius teve nos pés, aos 23 minutos, a melhor oportunidades dos primeiros 45 minutos. O brasileiro contornou Pasinato e rematoi na direção da baliza, mas Rosic fez um corte em cima da linha de golo que impediu a bola de entrar no fundo das redes.

De seguida foi novamente o Moreirense a estar perto de abrir o marcador no estádio da Luz em duas ocasiões. Primeiro, e aos 26 minutos, um erro da defensiva encarnada permitiu que Fábio Abreu aparecesse na cara de Vlachodimos, mas o internacional grego antecipou-se e cortou com os pés. Depois, João Aurélio apareceu solto na pequena área, mas cabeceou por cima.

A termina a primeira parte, o Benfica podia ter inaugurado o marcador, mas Pasinato esteve em destaque. Grimaldo cruzou da esquerda e Rúben Dias apareceu ao segundo poste a desviar, mas a bola saiu pela linha de fundo, com o brasileiro a fechar bem o espaço antes do remate do central. Depois, o mesmo Grimaldo tirou um cruzamento com efeito que Pasinato defendeu para o poste.

O segundo tempo começou praticamente com a grande penalidade a favor do Benfica. Gabrielzinho tocou com a mão na bola dentro da área, e na conversão do castigo máximo o capitão Pizzi atirou ao lado. De seguida, o internacional português voltaria a estar em evidência, mas pelas piores razões.

Os encarnados chegaram mesmo ao golo aos 50 minutos por Rafa, mas a jogada acabaria por ser anulada com recurso ao vídeo-árbitro. Tomás Tavares tirou o cruzamento da direita, e Pizzi desviou com o braço antes da bola chegar a Rafa que acabaria por fazer golo. Fábio Veríssimo acabaria por anular o lance depois de consultar as imagens do VAR.

Quando nada o fazia prever o Moreirene acabaria por chegar ao golo aos 67 minutos e lançar um balde de água fria na Luz. Bom cruzamento da esquerda de Abdu Conté e Fábio Abreu antecipou-se a Ferro para inaugurar o marcador. Foi o quinto jogo seguido a marcar para o avançado dos cónegos.

O Benfica não conseguia reagir à desvantagem e foram os minhotos que estiveram perto do segundo aos 80 minutos. João Aurélio serviu o recém-entrado Pedro Nuno que isolado atirou ao lado da baliza defendida por Vlachodimos.

Os encarnados começavam a ficar sem tempo para reagir quando, aos 89 minutos, tiveram uma oportunidade soberana para igualar o marcador. Alex Soares fez falta dentro da área sobre Cervi e Fábio Veríssimo apitou de pronto para a marca de grande penalidade. Pizzi voltou a falhar o castigo máximo, mas na recarga bateu Mateus Pasinato.

Com este resultado, o Benfica cai para o segundo lugar do campeonato com 58 pontos, a um do FC Porto que assumiu a liderança com um ponto de vantagem sobre os encarnados.

Via
Noticias ao Minuto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close
Close