Ciclismo

Os números e curiosidades associados à maior prova de ciclismo em Portugal

Volta a Portugal 2018

0: equipa do World Tour, o escalão principal do ciclismo.

1: dia de descanso (07 de agosto, após seis dias de competição).

1,8: extensão em quilómetros do prólogo, em Setúbal.

3: número de corredores cujo tempo conta para a classificação por equipas.

3: chegadas em alto (4.ª, 7.ª e 9.ª etapas).

4: camisolas em disputa – amarela (geral individual), verde (pontos), azul (montanha) e branca (juventude).

4: equipas profissionais continentais (WB Aqua Protect Veranclassic, Israel Cycling Academy, Euskadi-Murias e Caja Rural), o segundo escalão do ciclismo.

5: recorde de vitórias (David Blanco).

5: vencedores de edições anteriores presentes (Raul Alarcón, Rui Vinhas, Gustavo Veloso, Alejandro Marque e Ricardo Mestre).

7: máximo de ciclistas por equipa.

10: segundos de bonificação atribuídos ao vencedor de todas as etapas em linha. O segundo classificado recebe seis segundos e o terceiro quatro.

11: dias de competição.

17,3: extensão em quilómetros do contrarrelógio individual (10.ª).

19: equipas participantes (9 portuguesas, 2 espanholas, 1 belga, 1 israelita, 1 equatoriana, 1 norueguesa, 1 luxemburguesa, 1 albanesa, 1 malaia e 1 romena).

25: percentagem máxima de fecho de controlo de tempo previsto pelos regulamentos (10.ª).

26: contagens do prémio da montanha (2 de categoria especial, 4 de primeira categoria, 2 de segunda, 12 de terceira e 6 de quarta).

27: metas volantes.

40: horas estimadas para o vencedor completar o percurso.

45: idade do colombiano Víctor Corredor, o ciclista mais velho em prova.

58: órgãos de comunicação acreditados antes do início da prova, resultando num total de cerca de 200 profissionais de comunicação na prova.

76: percentagem da população portuguesa que vai estar exposta à prova.

125: pontos atribuídos ao vencedor para o ‘ranking’ Continental da União Ciclista Internacional.

133: número máximo de corredores.

147,6: extensão em quilómetros da etapa mais curta (excluindo os contrarrelógios), entre Barcelos e Braga (8.ª).

195,3: extensão em quilómetros da etapa mais longa (2.ª), entre Beja e Portalegre.

1.578,9: extensão total em quilómetros, mais 48 do que no ano passado.

1.952: maior altitude (metros), na Torre, Serra da Estrela, ponto de passagem da 5.ª etapa.

3.060: prémio em euros para o vencedor da cada etapa, com exceção do prólogo (1.490).

16.045: prémio em euros para o vencedor final.

73.000: seguidores nas redes sociais Facebook e Twitter.

128.790: valor total dos prémios em euros.

Fonte: Jornal De Notícias.

Origem
Jornal de Notícias

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close