Ciclismo

Joni Brandão repete triunfo em etapa do GP JN e aproxima-se do líder Ricardo Mestre

Joni Brandão (Efapel) venceu este domingo a quinta etapa do Grande Prémio JN de ciclismo; num contrarrelógio em Santo Tirso, conseguindo encurtar a desvantagem para o camisola amarela Ricardo Mestre (W52-FC Porto).

assim,Brandão, que no sábado já tinha vencido a tirada com chegada em Valongo; voltou a revelar que é um dos ciclistas em melhor forma do pelotão, conseguindo ascender ao terceiro lugar da geral; agora com uma desvantagem de um minuto para o líder.

“Penso que depois desta etapa as diferenças são pequenas, e tendo em conta que o último dia [esta segunda-feira] tem mais 180 quilómetros, e muito duros, está tudo em aberto. Qualquer um dos primeiros pode ganhar a camisola amarela”, disse Joni Brandão.

ainda assim,Ricardo Mestre não foi hoje além do quarto tempo; no percurso de 7,1 quilómetros, numa crono escalada até ao Santuário de Nossa Senhora de Assunção; no Monte Córdova; fazendo mais 33 segundos do que Joni Brandão, mas segurando a liderança da corrida;antes da derradeira etapa que se realiza esta segunda-feira.

“Será uma etapa que dá para atacar e para fazer muitas diferenças. É preciso uma equipa muito forte para controlar a corrida. Mas temos equipa com qualidade para segurar a liderança”, disse o ciclista algarvio dos ‘dragões’.

Apesar do triunfo de hoje de Joni Brandão, outros dois elementos do FC Porto estiveram em destaque; com Edgar Pinto a fazer o segundo melhor tempo, com mais nove segundos que o vencedor; e António Carvalho a fechar o pódio do dia, gastando mais 17 segundos.

Alejandro Marque (Sporting-Tavira) fez a sexta melhor marca do exercício individual de hoje; e apesar de manter a segunda posição da geral; viu a desvantagem para o camisola amarela aumentar para um minuto, o mesmo tempo desfavorável de Joni Brandão.

Via
Record
Tags

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Back to top button
Close